Boa Vista recebe encontro nacional sobre tartarugas marinhas

2015 03 31 Tartaruga

Boa Vista recebe encontro nacional sobre tartarugas marinhas

Está a decorrer desde o dia 11, até esta sexta-feira, 15, na ilha da Boa Vista, o encontro de todas as organizações que trabalham com as tartarugas marinhas em Cabo Verde.

O encontro da TAOLA leva à ilha das Dunas cerca 30 técnicos com objectivo de apresentar os dados do trabalho de protecção da espécie durante a época de desova de 2014.

A grande novidade deste ano é o workshop sobre “by catch” (pesca acidental) tanto de tartarugas como de tubarões, golfinhos e outras espécies, considerada uma séria ameaça às águas de Cabo Verde.

As reuniões da Rede Nacional de Protecção das Tartarugas Marinhas de Cabo Verde (TAOLA) têm, desde a sua fundação (2009), o objectivo de reunir anualmente as organizações não governamentais (ONG´s) de protecção das tartarugas para afinar as metodologias, comparar os trabalhos desenvolvidos e apoiar na criação de novas instituições. Para este ano, o encontro trouxe na agenda uma outra preocupação: “By Catch” (pesca acidental), não só de tartarugas mas também de outras espécies como tubarões e golfinhos.

Para a bióloga marinha e directora da ONG Natura 2000 (organização do encontro deste ano), Ana Líria, a situação é preocupante e merecedora de maior atenção das autoridades nacionais: “Principalmente devido aos acordos de pesca com a União Europeia e o muito dinheiro envolvido”.

Segundo Ana Líria, este assunto ainda é muito pouco estudado em Cabo Verde mas as ONG´s Grupo Biosfera, Bios e Fundação Maio Biodiversidade já dão os primeiros passos. Vão apresentar os dados dos estudos já feitos na Boa Vista.

O workshop “by catch” será entretanto animado por uma técnica dos Serviços de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos.

A TAOLA foi inicialmente fundada por quatro organizações não governamentais que zelam pela protecção das tartarugas marinhas em Cabo Verde. Actualmente é composta por outras entidades como algumas Câmaras Municipais (São Nicolau, Tarrafal de Santiago e Brava) as ONG´s (Natura 2000, Fundação Tartaruga, Bios, Fundação Maio Diversidade, Grupo Biosfera, SOS Tartaruga), entre outros grupos e associações presentes em todas as ilhas do território nacional.

O encontro é financiado pelos Serviços de Pesca e Vida Selvagem Estado norte-americano. Contará com a participação da Direcção Nacional do Ambiente (DNA). Acontece num dos hotéis nos arredores da Cidade de Sal-Rei.

Fonte: Asemana